Pesquisa

Newsletter





Testemunhos

 

 

Temos ouvido falar muitas vezes da necessidade de nova missionação na Europa. O tema fica normalmente ligado a conceitos verdadeiros e urgentes, mas dificilmente os identificamos com realidades concretas próximas de nós. Na maior parte das vezes, os únicos exemplos de presença nova da Igreja estão ligados a realidades grandes, mas afastadas e que não podemos observar ou visitar com os nossos olhos. É neste sentido que não podemos deixar de nos surpreender com a grandeza da presença cristã em Alverca, da forma como se transformou em 10 anos uma pequena paróquia presente numa zona suburbana de Lisboa num verdadeiro espaço cheio de vida, tornando mais humana e alegre uma comunidade urbana onde o cristianismo passou a estar novamente presente.

Os números falam por si: o crescimento muito forte na frequência das missas dominicais, o aumento das crianças na catequese, as actividades desenvolvidas com jovens, o apoio aos mais velhos e a Igreja dos Pastorinhos cheia de movimento especialmente durante o fim de semana.

Sem os padres da Comunidade de São Carlos Borromeu e o seu entusiasmo, sem a nova Igreja dos Pastorinhos e as suas instalações no centro de Alverca. esta nova realidade não teria sido possível.

Para quem olha de fora não pode deixa de se espantar. Este é um exemplo de nova missionação no centro da Europa, um lugar onde Cristo é oferecido como resposta às perguntas de vidas duras e difíceis. Se existe um lugar que merece o nosso apoio por este trabalho, pela esperança que nos oferece a todos porque confirma a possibilidade de repor Cristo no centro das nossas cidades é a Paróquia de Alverca.

É justo apoiar as missões em África e na América Latina, mas seria totalmente injusto não ter um olhar muito especial para este lugar da nova evangelização na Europa que fica a menos de 30 km de Lisboa.


 

 

Com as minhas saudações fraternas, acuso a carta que foi dirigida à minha mulher cujo conteúdo me mereceu a melhor atenção. Desejo os maiores votos na vossa missão.

Escrevo para vos agradecer as cartas que nos escrevem. Toda a minha Família é muito devota de Nossa Sra. de Fátima e dos Pastorinhos. Já alcancei algumas graças quando recorri aos Pastorinhos. Despeço-me com Carinho e prontifico-me a colaborar com a vossa obra dentro das minhas possibilidades. Logo que me seja possível irei fazer uma visita à Igreja dos Pastorinhos.


 

Como Padre, agradou-me sinceramente as actividades programadas e levadas a favor dos Pastorinhos que muito aprecio. Realmente, a vossa iniciativa é de louvar e merece o nosso total apoio.


 

"Antes de mais quero dizer que respeito o vosso trabalho e que tenho uma devoção especial por Nossa Senhora de Fátima. Vou tentar enviar-vos sempre que possa um pequeno donativo, para que a vossa missão permaneça. É como uma gota de água que quando agrupada com outras gotas forma um rio."


 

"Junto o meu donativo desejando-vos um bom Natal e que os Pastorinhos lhes transmitam sempre a coragem necessária para enfrentar as dificuldades de tamanha responsabilidade. Para os recém chegados Padres Paolo, Giovanni e Raffaele, espero que sejam bem recebidos na comunidade de Alverca, como eu o fui, na minha passagem poressa terra.


 

 

"Querido Pároco da Igreja dos Pastorinhos, agradeço a carta que me mandou junto com as Boas Festas, por isso retribuo o mesmo, desejando-lhe um Santo Natal e um Novo Ano cheio de bênçãos e graças do céu."